ANS autoriza reajuste de até 9,65% para planos de saúde individuais

Aumento mexe com a mensalidade de 8,8 milhões de pessoas e só pode ser aplicado na data de aniversário do contrato.

RIO – A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) anunciou nesta quinta-feira o teto para reajuste dos planos de saúde individuais contratados a partir de janeiro de 1999 ou adaptados à lei do setor, a 9.656/98. As empresas poderão aumentar os valores em 9,65%, percentual que vale para o período de maio de 2014 a abril de 2015 e incide sobre os contratos de 8,8 milhões de consumidores, segundo a agência — 17,4% do total de 50,3 milhões de beneficiários de planos no Brasil.

O índice pode ser aplicado somente a partir da data de aniversário de cada contrato. É permitida a cobrança de valor retroativo caso a defasagem entre a aplicação e a data de aniversário seja, no máximo, de quatro meses.

Segundo a ANS, deverão constar claramente no boleto de pagamento o índice de reajuste autorizado pela ANS, o número do ofício de autorização da ANS, nome, código e número de registro do plano e o mês previsto para aplicação do próximo reajuste anual. A relação dos reajustes autorizados encontra-se permanentemente disponível na página da ANS na internet www.ans.gov.br.

A metodologia utilizada, informa a ANS, foi a mesma desde 2001 e levou em consideração a média ponderada dos percentuais de reajuste aplicados pelas operadoras aos planos coletivos com mais de 30 beneficiários.

A agência orienta os consumidores a ficarem atentos aos seus boletos de pagamento e observar se o percentual de reajuste aplicado está respeitando o limite. Também é observar se a cobrança está sendo feita a partir do mês de aniversário do contrato.

Para reclamações, o telefone do Disque ANS é 0800 701 9656. Outros canais são o site (www.ans.gov.br) e um dos 12 Núcleos de atendimento da ANS do país.

Fonte: http://oglobo.globo.com/economia/ans-autoriza-reajuste-de-ate-965-para-planos-de-saude-individuais-13120088#ixzz36QYA6dCc

Related posts:

  1. ANS autoriza reajuste de 9,04% para planos de saúde individuais e familiares
  2. Planos de saúde coletivos são reajustados acima da inflação

Still quiet here.sas