7 cuidados para não perder a indenização do seguro auto

Veja as dicas e saiba como não ficar ‘na mão’ na hora de ser indenizado pelo seguro do carro.

Quem nunca soube de alguém que ficou na mão na hora de ser indenizado pelo seguro do carro? Seja por culpa do consumidor ou da seguradora, uma verba tão importante como essa pode virar tema de controvérsia depois de um sinistro.

Se um dos lados estiver errado, é possível chegar a um acordo ou acionar a Justiça. Mas o que acontece muitas vezes é que a falta de informação ou o descumprimento do contrato comprometem a entrega da indenização quando o cliente mais precisa desse dinheiro. Luciano Cardoso, superintendente regional da AD Corretora de Seguros, apresenta os 7 cuidados principais que você ter ao lidar com o seguro do carro.

7 cuidados para não perder a indenização do seguro auto

1. Não minta, nem omita informações

Se você mentir para o corretor de seguros ou a seguradora e houver divergência de informações na hora da entrega da indenização, é bem provável que ela seja negada e você não tenha nem o direito de recorrer da decisão.

2. Leia atentamente o manual do segurado

Apesar de chato, é algo necessário. Leia o manual do seguro do carro na íntegra para ficar por dentro de todas as condições gerais e especiais da apólice. Isso ajuda a conferir se o serviço cumpre suas exigências, como proceder em caso de problemas e conhecer as particularidades da sua seguradora.

3. Informe-se bem sobre riscos cobertos e excluídos

Esta é uma tarefa essencial para qualquer pessoa que contrate ou mantenha um seguro de automóvel. Ciente dos riscos, você saberá se o seguro vai indenizá-lo ou não em diversos tipos de situações. É claro que, como diz Luciano Cardoso, superintendente regional da AD Corretora de Seguros, a ajuda de um corretor profissional facilita muito. Isso porque o trabalho dele é analisar seu perfil e indicar as coberturas ideais para você.

4. Seja claro sobre o uso do veículo e seus principais condutores

Além de informar a seguradora ou o corretor sobre como pretende usar o carro – ir ao trabalho, à faculdade, viajar, etc. -, é preciso revelar também quem são os principais motoristas do veículo. A seguradora pode negar o pagamento da indenização caso o condutor envolvido em um acidente, por exemplo, não tenha sido especificado com antecedência.

Mãos protegendo um carro de brinquedo

5. Contrate um seguro de carro que atenda às suas necessidades

Pode acontecer de você contratar um seguro com inúmeras coberturas, mas que não são as ideais para o uso que fará do veículo. Por isso, é sempre bom escolher um produto que seja perfeito para o que o seu estilo de vida exige.

6. Se fizer modificações no carro, avise a seguradora

A maioria das seguradoras pede que toda e qualquer modificação no carro seja comunicada, o que levará à realização de uma vistoria. Depois disso, a empresa avisa o cliente se aceita ou não as alterações. Assim, pense duas vezes antes de “tunar” seu veículo ou mesmo rebaixá-lo, já que isso pode comprometer o investimento no seguro.

7. Esclareça todas as suas dúvidas na hora da contratação

O momento do contrato é ideal para esclarecer qualquer dúvida sobre o seguro do carro, pedir mais informações e fazer pesquisa de mercado. Esse processo ajudará você a se familiarizar com o serviço e evitará que algo que ficou obscuro no passado comprometa a indenização no futuro.

Mãos protegendo um carro de brinquedo

Related posts:

  1. 10 mitos e verdades sobre o seguro de automóvel
  2. Seguro de vida tem baixo custo, mas exige cautela ao contratar

Still quiet here.sas